AÇÕES SINDICAIS

A beleza de Maria Alice ser o que é...

17/01/2018

Ela desfila quando anda, impecavelmente vestida com o seu uniforme da lida, penteada e maquilada. Maria Alice da Silva está de bem com a vida, e aos 58 anos vive a plenitude de quem tem a autoestima elevada!

As três filhas adultas (25, 36 e 40 anos) queriam que a mãe se aposentasse, mas ela não prefere trabalhar. Ficar parada? Nem pensar", argumenta a auxliar de limpeza.

Boa parte da vida passou Maria Alice passou limpando chão. Nos anos 1986 ela iniciou o trabalho como auxiliar de limpeza no Centro Empresarial Santo Amaro, depois trabalhou na limpeza hospitalar e há três integra a equipe da Verzani Sandrini, na área do comércio.

Trabalhadora competente, ela atingiu o sucesso na profissão, e tornou-se encarregada, função que desempenou durante doze anos. Mas não quer mais a responsabilidade de liderar.

Aposentada, permanece na ativa

Ao ficar viúva, há oito anos, passou a receber o benefício de pensionista do INSS e, com a complementação do salário na limpeza, afirma que vive bem. A casa própria fica a poucos minutos do trabalho, e como atua no turno da manhã, tem a tarde e a noite livres, para cuidar dela e vender cosméticos, pois gosta da beleza.

A velhice, para Maria Alice, é uma questão de ponto de vista. Durante o almoço, troca de roupa e faz as refeições na praça de alimentação do shopping onde trabalha, cliente que é. Namora, passeio, vai às baladas com as colegas e, sobretudo, cuida da própria saúde.

"Eu sou faxineira. Tenho orgulho da minha profissão, que é digna!", diz a trabalhadora que não aceita provocação. "Os clientes abusam, mas eu sei responder à altura, com educação e respeito", justifica. Também sempre fez questão de ter o sindicato ao seu lado...  Sabe de tudo, dona Maria Alice!

 

                                           

 

Categorizado em: Mulher,