AÇÕES SINDICAIS

Paralisação de protesto interrompe por duas horas os serviços de limpeza no Instituto Adolfo Lutz

12/03/2018

Os trabalhadores que cuidam do Asseio e Conservação do Instituto Adolfo Lutz fizeram uma greve de advertência na manhã de segunda (12). Ao lado do Siemaco, eles mostraram para o empregador -e gestor- que trabalhar sem se alimentar não é praticável. O motivo da paralisação foi a falta do depósito do Tíquete Refeição.

Os 40 trabalhadores recorreram ao sindicato para resolver o impasse e o coordenador sindical do Siemaco, Valdir, negociou peesoalmente com a empresa Clean Max. Ficou acertado que o débito será quitado na próxima quarta-feira, dia 14.

Com a resposta da empresa, a equipe retomou o trabalho. Enquanto isso, o sindicato acompanha as demais demandas dos prestadores de serviço e esperará até o prazo acordado se o benefício foi pago. Caso contrário, a greve será retomada.