AÇÕES SINDICAIS

Sindicato define o pagamento dos benefícios aos trabalhadores com diretoria da Trevo Ambiental

05/07/2018



Após reunião extensa entre o diretor do Siemaco, João Capana, e a direção do Consórcio Trevo Ambiental, na tarde dessa quarta-feira, ficou acertada todas as demandas, quitados os débitos e definidos prazos para as demais adequações. A negociação beneficia 1500 prestadores de serviços de Limpeza Urbana contratados em meados de junho passado.

Após ouvir e apurar as denúncias dos trabalhadores, o Siemaco enviou ofício à empresa. Menos de uma semana depois os resultados positivos foram confirmados.

Apesar de enérgico em suas argumentações, Capana negociou de forma pontual e ouviu o compromisso da Trevo Ambiental. “Estamos dispostos as ajudar todos os nossos colaboradores”, garantiram os patrões.

O diálogo e reivindicações foram se sucedendo ao longo de uma semana. Os problemas das equipes locadas nos alojamentos Cachoeirinha, Jaçanã, Penha, Santana, Dr Zachi Narchi e Ecopontos começaram em consequência dos atrasos nos pagamentos dos benefícios do Vale Transporte, Vale Alimentação, Tíquete Refeição. Muitos deles, sem recursos financeiros, não estavam conseguindo trabalhar.

Também foi apurada a denúncia da falta de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), uniformes e condições inadequadas dos alojamentos. A insegurança começava a afetar a saúde e segurança laboral, além de financeira.

Ontem mesmo a prestadora de serviços de Limpeza Urbana quitou os débitos, retroativamente, e adiantou os benefícios do mês de julho. Como nem todos os novos colaboradores conseguiram abrir contas bancárias, a Trevo Ambiental providenciou um cartão bancário com o pagamento dos serviços prestados no período e está finalizando a entrega dos uniformes e EPIs.

Quanto aos alojamentos, devido ao curto período de operação desde a assinatura do contrato emergencial com a Prefeitura Municipal, foi definido um prazo máximo para a regularização e adequações das instalações. A Trevo Ambiental já locou os imóveis onde funcionarão os novos Alojamentos e providenciou banheiros e containeres para garantir a qualidade da prestação de serviços até a mudança de endereços.

“Os trabalhadores estavam trabalhando sem receber os benefícios desde o dia 14 de junho. As contas foram acertadas”, contou o coordenador sindical Márcio, que acompanhou João Capana na reunião.

“A reunião foi muito produtiva e apesar da dificuldade do processo de transição da empresa anterior, todos os trabalhadores foram recontratados, novos postos de trabalho foram abertos. Os problemas identificados estão sendo resolvidos pontualmente”, concluiu.