AÇÕES SINDICAIS

Para entender o que somos é preciso saber de onde viemos

08/10/2018

Uma imersão ao passado foi o que os trabalhadores que integram a turma de Educação Continuada, da Central de Cursos do Siemaco em parceria com o Seac, vivenciaram em 28 de setembro. Eles puderam visitar o Parque Estadual do Jaraguá, onde ainda vivem os índios que habitam a capital paulista desde antes de sua fundação, e se surpreender com a beleza e diversidade da cidade de São Paulo,

Eles subiram até o Pico do Jaraguá e, no final da trilha, puderam testemunhar, a mil metros de altura, a paisagem que em dias claros garante ver o mar do litoral paulista. No percurso, parte do que resta da preservação da Mata Atlântica: sua flora e fauna, distante à cerca de uma hora do centro da cidade. 

"A caminhada pela trilha do "Pai Zé" foi o roteiro da atividade pedagógica", explicou o professor William.  Pelo caminho, alunos e professores se encantaram com a presença tímida dos saguis.

 

Uma das riquezas naturais brasileiras, o Parque Estadual do Jaraguá foi criado em 1961 e tombado como patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1994. Lá, é a casa os índios Guaranis que, infelizmente, sobrevivem em condições precárias e graças à concessão do Bolsa-Femília. São 140 famílias que somam 700 pessoas, sendo 400 crianças que mantém a tradição e costumem do verdadeiro povo brasileiro.

 

    

             

                    

 

 

 

Categorizado em: Central de cursos, Nossa gente,