AÇÕES SINDICAIS

Siemaco SP entrega roupas para mulheres trans do abrigo Florescer

24/01/2019

Em janeiro, o Siemaco São Paulo realizou uma ação de arrecadação de roupas para mulheres trans e travestis em vulnerabilidade social, como parte do mês da visibilidade trans. Toda a foi entregue ao Centro de Acolhida Especial para Mulheres Transexuais e Travestis Florescer, que fica no bairro do Bom Retiro, região central da capital. 

A ideia veio da diretora do sindicato Maria Silva, que trabalha diretamente com causas LBTB+ e frequenta o local. "A gente tenta reduzir um pouco da dificuldade que essas pessoas têm, sendo muitas vezes invisíveis para a sociedade. Além de roupas, carinho, atenção e oportunidade são essenciais para que essas mulheres tenham espaço", disse a sindicalista.

 

"Uma das necessidades da Casa Florescer são tênis, sapatos sociais numeração 39 a 42, além de produtos para higiene. Essas roupas seriam para que elas compareçam em cursos e entrevistas de emprego", explica Alberto Silva, eerente e fundador do Florescer.

 

O Florescer oferece 30 vagas de acolhimento e conta com 16 profissionais que atendem nas áreas de assistência social, psicologia, orientação e serviços. A unidade tem quatro quartos e  banheiros, refeitório e lavanderia.

 

  

Categorizado em: Ações Sindicais,