AÇÕES SINDICAIS

SIEMACO-SP realiza evento de valorização do Outubro Rosa e início do Novembro Azul com palestras e presença maciça da categoria

30/10/2019



Descontração e linguagem simples para tratar de uma tema sério e complicado: o câncer. Foi assim que o SIEMACO São Paulo realizou, na manhã desta quarta-feira (30), o evento "Um toque pela vida", no auditório do sindicato, para cerca de 150 trabalhadores e trabalhadoras das categorias representadas, para ressaltar o fim da campanha Outubro Rosa, pela prevenção ao câncer de mama, e do Novembro Azul, pela prevenção do Câncer de próstata.

A Secretária Geral do SIEMACO-SP, Márcia Adão, responsável pela organização e condução do evento, abriu os trabalhos recepcionando os presentes para um café da manhã e, em seguida, apresentou os palestrantes. "Fazemos estes eventos, pois acreditamos que informação e conhecimento servem para entendermos até mesmo por onde começar, como devemos agir em cada situação", explica.

O médico oncologista (especialista em câncer), doutor Davi Liu, falou sobre o autoexame da mama, a necessidade de homens fazerem o exame do toque e que a prevenção é essencial. "Prevenir sempre será o melhor remédio. E visitar o médico com frequência, apenas para exames de rotina, é o que fará um histórico do seu corpo, para que seja feita uma análise de evolução do paciente e, se algo tiver errado, mesmo que seja um detalhe, o diagnóstico será mais rápido. Quanto mais completa a ficha do paciente for, mais exatidão o médico terá na consulta", disse.

Advogada Vilma Ribeiro, Associada Morais Lucio Advogados, falou sobre os direitos dos pacientes com câncer previstos na Constituição Federal que são obrigações do Sistema Único de Saúde (SUS). "Caso o SUS não atenda as obrigações do paciente com câncer, como tratamento e remédios, a Justiça obriga o governo a fazê-lo. É preciso saber dos seus direitos para se defender, caso precise".

A diretora Andrea Ferreira também palestrou e explicou sobre a parceria do SIEMACO-SP com a União e Apoio no Combate ao Câncer de Mama (UNACCAM). A associação iniciou as atividades no Hospital das Clínicas, com a parceria do Dr. José Aristodemo Pinotti, diretor executivo do Instituto da Mulher do Hospital das Clínicas de São Paulo e chefe do Departamento Obstetrícia e Ginecologia da USP. "Nosso objetivo é capacitar, treinar e valorizar a ação do voluntário e profissionais da saúde como agentes do diagnóstico precoce do câncer de mama e outros. Em empresas, hospitais, comunidade, igrejas ou qualquer lugar que possamos deixar informação sobre a conscientização e diagnóstico precoce. Distribuímos mamografia gratuita pela UNACCAM para filiados do SIEMACO-SP, como forma de ajudar as mulheres".

Neide Roque e Maria da Silva, duas vencedoras que conseguiram a cura do câncer de mama, também deram seus depoimentos. Elas fizeram todos os seus exames no Hospital Pérola Byington, pelo SUS. "Sou uma sobrevivente de dois cânceres, mama direita e mama esqueda. Os dois foi no toque do exame de mama. Precisamos acabar com preconceito e falar abertamente sobre o assunto. E os homens também, parar com esse machismo contra o toque retal. Todos precisamos nos cuidar", disse Neide.

Para finalizar a manhã produtiva, a coach de desenvolvimento pessoal, Dany Gonçalves, falou sobre a importância da valorização da autoestima. "Precisamos nos olhar no espelho e nos amar. Saber que somos importantes. Isso também faz parte da prevenção e do cuidado pessoal", disse.

 

  

  

  

  

  

  

  

Categorizado em: Ações Sindicais,