AÇÕES SINDICAIS

Grupo Onet adota protocolos com soluções integradas para combater a Covid-19

18/06/2020

O Grupo Onet, empresa que terceiriza a prestação de serviços no segmento de Asseio e Conservação, apresentou o plano de retorno consciente dos seus funcionários ao trabalho, de acordo com as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo a empresa, antes mesmo que o primeiro caso de coronavírus fosse registrado no Brasil, eles já estavam preparados para o desembarque do vírus em território nacional. No início do mês de fevereiro, todos os colaboradores administrativos e operacionais já tinham recebido as primeiras informações, cartilhas e instruções técnicas relacionadas ao assunto.

Para os seus profissionais de campo, foram disponibilizados equipamentos de proteção individual (EPIs) adequados, produtos e aparelhos necessários ao serviço de desinfecção – fundamentais no período de prevenção do novo coronavirus. Para garantir que tudo isso fosse devidamente utilizado, a Onet reforçou os processos com uma serie de treinamentos operacionais, aumentando a segurança e a qualidade dos processos.

De acordo com Fábio Colombo, Gerente Geral de RH e Qualidade da Onet Centro, é importante apontar que cada protocolo de higienização e desinfecção foi descrito cuidadosamente em manuais distribuídos para todos os contratos, para garantir que cada local recebesse o tratamento apropriado, com o uso dos produtos, equipamentos certos e com a frequência ideal. “Nós pensamos em soluções de ponta a ponta, envolvendo todas as áreas da empresa. Tudo para proteger a saúde de todos aqueles envolvidos direta ou indiretamente no combate à covid-19”, ressalta.

Outro foco de atenção da Onet é a segurança pessoal de seus colaboradores. “Fornecemos máscaras para que os colaboradores garantam sua proteção no deslocamento até o trabalho e quando retornam para casa. Tudo pensado para aumentar a sua segurança e resguardar ao máximo a sua saúde”, complementa. 

Nos últimos 3 meses, a Onet, por meio do seu conselho administrativo, atualizou e reforçou os seus protocolos para garantir um trabalho eficiente no combate e prevenção da covid-19. "Os serviços chamados essenciais passaram a ser fundamentais para garantir a segurança sanitária da população. Para isso, estaremos atentatos às novas demandas do setor", completa Colombo.