AÇÕES SINDICAIS

Van da Saúde participa de evento dedicado ao Outubro Rosa na Ecosampa

26/10/2020



Atendendo ao convite da Ecosampa, do Consórcio SCK, a equipe liderada pela diretora Andrea Ferreira (Ferreirinha), formada pelo assessor Flávio Silva, pela enfermeira Graciene Patrícia Luque e pelos advogados Elton de Moraes Lúcio e Kamila Silva, participou de evento dedicado ao Outubro Rosa e ofereceu aos funcionários da empresa cuidados com a saúde, dicas de beleza e assessoria jurídica. Duas consultoras Mary Kay, Priscila Batista de Souza e Ana Lúcia Herrera, maquiaram as participantes.  

 

 

A Van da Saúde do SIEMACO São Paulo visitou três locais diferentes, nos dias 21, 22 e 23 de outubro. Vários funcionários, entre homens e mulheres, fizeram aferição de pressão arterial e glicemia. A abertura do evento ocorreu na garagem Ecosampa da Vila Socorro. Também foram visitados, respectivamente, os alojamentos M’boi Mirim/Campo limpo e Capela do Socorro/Parelheiros.

Karina Cristina Santos, coordenadora de QSMS (Qualidade, Segurança, Meio Ambiente e Saúde) da Ecosampa, explicou as motivações da iniciativa. “Dentro da Ecosampa nós temos um calendário de campanha anual, no qual todos os meses a gente lança uma campanha diferente para poder orientar os nossos funcionários. Diariamente a gente já trabalha com muita conscientização, até para que o nosso indicador seja positivo. No mês do Outubro Rosa nós focamos muito na conscientização à saúde. Saquemos que o câncer de mama não atinge apenas as mulheres, ele pode sim afetar a população masculina também, porém neste mês focamos mais nas mulheres. Temos 96 delas trabalhando conosco e posso afirmar que isso faz uma grande diferença e dá um brilho muito especial no nosso dia-a-dia. Temos mulheres na coordenação, sou um exemplo disso, e por isso trabalhamos para que elas se sintam motivadas diariamente, buscando uma melhoria contínua, exaltando a autoestima delas. Lembramos que ser uma varredora, uma ajudante, faz delas pessoas muito especiais, por que elas deixam como resultado a limpeza e o brilho da cidade”, disse a coordenadora do evento.     

    

 

Para Ferreirinha, é sempre muito gratificante poder defender os direitos e enaltecer a dignidade da mulher. “Pra nós, do SIEMACO-SP, foi muito importante receber esse convite, pois na maioria das vezes a gente oferece o nosso trabalho às empresas, mas dessa vez foi a Ecosampa que nos convidou. Isso por si só já é um grande reconhecimento, que nos deixa muito lisonjeados”, disse.

 

A diretora do SIEMACO-SP também ministrou uma palestra sobre “Violência Doméstica”. “Eu tive a honra de conversar com as meninas sobre esse tema, que infelizmente é uma coisa muito recorrente na nossa sociedade. Esse assunto mexe muito com a autoestima da mulher, porque a vítima, muitas vezes, está sofrendo agressão dentro de casa e não tem com quem falar, a quem pedir socorro. É grandioso demais ter esse espaço para orientar e tentar dar voz às mulheres que sofrem qualquer tipo de agressão. A violência pode atingir qualquer uma, independente de classe social. E ela não é só física, porque uma palavra grosseira, um olhar intimidador, ou a imposição de qualquer tipo de submissão já agride a mulher. E não parte só de marido; pode ser de namorado, noivo, amante etc. É preciso vencer o medo. Não dá para acreditar que o agressor só ‘fez isso uma vez e vai mudar’; se fez uma vez ele vai continuar a fazer sempre”, enfatiza Ferreirinha.      

 

Na plateia estava Nathalia Aparecida Oliveira Mendes, 24 anos, recém formada como auxiliar de enfermagem e que trabalha há oito meses na Ecosampa, como ajudante geral. Ela atua em praças no Campo Limpo, e diz que está “amando” trabalhar na área de limpeza. Quanto ao Outubro Rosa, ela é categórica: “A campanha deste mês faz a gente dar mais importância à mulher que somos; isso eleva a nossa autoestima e estimula a gente a se preocupar com a saúde, fazendo o autoexame. Acho importante a mulher esquecer um pouco o que se passa dentro de casa; temos que cuidar da gente, da nossa vaidade, da nossa beleza, por dentro e por fora, e não ligar para a opinião dos outros”, disse ela.  

Maria da Conceição de Souza Felix, 52 anos, trabalha na Ecosampa há um ano e quatro meses, com serviços diversos. “Eu bato enxada, pinto guia, faço de tudo nas praças”, diz ela. “Foi muito bom participar deste dia dedicado à mulher. Fui maquiada e me senti muito valorizada. Isso Levanta a nossa autoestima. É importante ficar bonita, elegante. Todo ano eu faço o exame de mama. Precisamos nos cuidar. A gente precisa dar valor à vida, à saúde. Isso é se amar, se valorizar”, concluiu.