AÇÕES SINDICAIS

Educação Continuada da Central de Cursos proporciona contratação de ex-aluno por empresa multinacional

11/01/2021

Todos os anos, centenas de alunos adultos se formam no Programa de Educação Continuada da Central de Cursos do SIEMACO São Paulo. Cícero José de Lima, 53 anos, auxiliar de produção, foi um deles. Ele se matriculou em junho de 2014 para dar continuidade aos estudos, por meio do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), o qual concluíu em novembro de 2017.

Motivado pela rejeição de seu currículo para uma vaga que almejava muito, mas que fora reprovado por “falta de estudos”, ele não se intimidou e foi atrás da formação de que necessitava para progredir na carreira. Em 2014 Cícero já trabalhava nessa mesma empresa, prestando serviço por intermédio de uma terceirado, mas, em novembro 2020, graças a conclusão do ensino médio, foi contratado pela própria empresa.

Abaixo a transcrição da mensagem de áudio enviada por Cícero ao professor Willian: “Boa tarde professor, tudo bem por aí? Envio essa foto para lembrar que entrei, no dia 3 de novembro de 2020, naquela multinacional, na qual comentei que iria entrar e não entrei, por falta de estudo, em 2014; consegui entrar agora. Professor, faz dois meses que entrei nela. A empresa é uma multinacional. Estou muito feliz aqui. Usei o diploma dos meus estudos para conseguir. O salário é outra coisa, o patamar é outro. Estou bem e agradeço a Deus, aos professores e todos aí da Central de Cursos do SIEMACO-SP; muito obrigado por me incentivarem e proporcionarem a conclusão dos meus estudos. Agradeço por tudo o que o professor Will fez por mim”, disse, emocionado.

“A mensagem do senhor Cícero serve para refletirmos sobre a importância do trabalho da Central de Cursos do SIEMACO-SP e o impacto positivo que ela exerce sobre a vida dos nossos alunos”, disse o professor de Ciências Humanas, William Theodozio. “Esse agradecimento nos motiva muito. Ele entrou no projeto de Educação Continuada para ser alfabetizado e estudou conosco até concluir o ensino médio pelo Encceja. Há alguns meses ele conseguiu o tão sonhado trabalho”, completou Will.