AÇÕES SINDICAIS

Vacinação contra a Covid-19: mobilização busca inclusão de trabalhadores da limpeza urbana no grupo prioritário

01/04/2021



A inserção dos profissionais da limpeza urbana no grupo prioritário para a vacinação contra a Covid-19 tem sido o foco de inúmeras tentativas de diálogo do SIEMACO São Paulo com o Governo do Estado de São Paulo e a prefeitura da Capital Paulista. Ainda não houve respostas dos órgãos, mas já há vitória com a vacinação de uma parcela da categoria.

O sindicato já encaminhou dois ofícios, ainda em janeiro deste ano, à Prefeitura de São Paulo, Secretaria Municipal de Saúde e, também, diretamente ao governador João Doria. Até o momento não houve respostas aos ofícios.

Apesar do silêncio do governo e da prefeitura, o SIEMACO-SP conta com apoio de vereadores da Câmara Municipal que, entendendo a relevância e urgência da questão, procuraram o sindicato. O SIEMACO-SP decidiu agir em conjunto, buscando sensibilizar toda a sociedade.

“Mobilizamos a categoria da limpeza urbana pela prioridade na vacinação, uma necessidade real para estes trabalhadores que não pararam nem reduziram a jornada’, disse o presidente do SIEMACO-SP, André dos Santos, que enfatiza o quanto a categoria contribui para a promoção da saúde pública, por intermédio da limpeza urbana e, desta forma, “cuidando da saúde de todos”.

Apesar das dificuldades enfrentadas, André ressalta uma vitória recente: a vacinação de trabalhadores que atuam com manuseio de lixo e resíduos em locais de saúde, como hospitais e centros de assistência médica, por meio das empresas Ecourbis e Loga.

Como representante dos trabalhadores e trabalhadoras de empresas terceirizadas nos setores de Asseio e Conservação, coleta e varrição na cidade de São Paulo, o SIEMACO-SP defende a priorização da classe com base na exposição da categoria, que presta serviços essenciais para a cidade de São Paulo.

Desde o início da pandemia e da quarentena, estes trabalhadores e trabalhadoras seguem suas rotinas de trabalho para que o município permanecesse limpo, organizado e, consequentemente, ajudando na redução da proliferação do coronavírus. Para isso, eles ficam expostos à infecções e, também, colocam em risco a saúde de seus familiares.

  

  

  

Categorizado em: Ações Sindicais,