Alameda Eduardo Prado, 648 - Santa Cecilia - São Paulo - Tel: 3821-6444
Veja alguns serviços 
que podem ajudá-la a 
dar o primeiro passo
A violência é um grave
problema que atinge
milhões de mulheres
em todo o mundo!
MULHER, romper com a
violência depende de você
Só no Brasil estima-se
que a cada minuto,
4 mulheres sofram
alguma forma de violência
apenas pelo fato de serem
mulheres!
Secretaria da Mulher
Mais informações
nos telefone (11) 3821-6444 / 3821-6443
com Clotilde, Marcia ou Roberta
O Ceará vai aperfeiçoar o sistema de segurança pública em relação ao tratamento às
mulheres vítimas de violência. Segundo a presidente da Comissão Parlamentar Mista
de Inquérito (CPMI) que investiga a violência contra a mulher, deputada Jô Moraes
(PCdoB-MG), uma série de medidas serão adotadas no estado.
No dia 10 de dezembro, a deputada Jô Moraes se reuniu, em Fortaleza, com o
governador Cid Gomes, que garantiu à deputada que serão instaladas oito delegacias
especializadas no atendimento à mulher.   CLIQUE AQUI...
Mudanças de comportamento
Os maus tratos físicos podem ser detectados facilmente, principalmente quando há presença
de marcas no corpo da vítima e dores intensas causadas por alguma lesão. O que é mais
difícil de detectar, segundo especialistas, são os aspectos problemáticos do emocional da
criança, quando agredida.
PEC das Domésticas amplia direitos, mas ainda há dúvidas sobre como efetivá-los
Ter uma empregada em casa pode ficar pelo menos 10% mais caro quando entrar em vigor a proposta que garante às
domésticas os mesmos direitos dos outros trabalhadores.
Um em cada dez brasileiros que trabalham e produzem renda são empregados domésticos. São 7,2 milhões de
pessoas que faxinam, lavam, passam, arrumam, cuidam de crianças, de idosos e dos jardins das casas de seus
patrões.     CLIQUE AQUI...
Lançado Portal
Compromisso
e Atitude pela
Lei Maria da
Penha
CLIQUE AQUI ...
 
Fábio Novo cobra
aprovação de PEC em
favor dos direitos LGBT
CLIQUE AQUI ...