NOTÍCIAS

Vacinação contra a gripe é prorrogada na capital paulista até 22 de junho

03/06/2018

 

A campanha de vacinação contra a gripe será prorrogada no município de São Paulo até 22 de junho. A campanha de vacinação contra gripe aplicou, até a última quarta-feira (13), 2.183.992 doses da vacina, o que corresponde a 66,2% da população que faz parte dos grupos prioritários. Meta é atingir 90% do público-alvo.

A adesão segue baixa entre gestantes (cobertura de 43,5%) e crianças com idade entre seis meses e cinco anos (cobertura de 44,8%). Maior cobertura entre os grupos prioritários é o da população indígena, com 106,9%, seguido de pessoas com 60 anos ou mais (79,6%), mulheres que estão no período de até 45 dias após o parto (72%), profissionais de saúde (64,1%) e pessoas com doenças crônicas e outras comorbidades (57,2%).

A vacina, que protege contra três subtipos do vírus da gripe (H1N1, H3N2 e Influenza B), está disponível desde o dia 23 de abril em todas as unidades de saúde para os grupos prioritários, que são as pessoas mais vulneráveis ao desenvolvimento de quadros mais graves de doenças respiratórias.

Para receber a dose é preciso levar documento de identificação e, se possível, a carteira de vacinação e cartão SUS. Os profissionais de saúde e educação precisam apresentar holerite ou crachá de identificação. Portadores de doenças crônicas e outras comorbidades devem levar a receita da medicação que faz uso com data dos últimos seis meses.

Casos e óbitos de Influenza

Desde janeiro de 2010, por orientação do Ministério da Saúde (MS), são de notificação compulsória somente os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) hospitalizados e os surtos de Síndrome Gripal (SG) em instituições.

Até o último dia 12, foram confirmados na cidade de São Paulo 347 casos de SRAG pelo vírus Influenza: 173 para Influenza A H1N1 (pdm09), 47 para Influenza A H3 Sazonal, 92 para Influenza A não subtipado, e 35 para Influenza B.

 

Em todo ano de 2017, foram confirmados 402 casos de SRAG pelo vírus Influenza, sendo que 38 casos confirmados para Influenza evoluíram para óbito: um (1) para Influenza A H1N1 (pdm09), 21 casos para Influenza A H3 Sazonal; sete para Influenza A não subtipado e nove para influenza B.

(Portal Prefeitura de São Paulo)