NOTÍCIAS

“Mulheres Contra Bolsonaro

30/09/2018

O coletivo “Mulheres Contra Bolsonaro” levou às ruas das capitais e grandes cidades do interior do país, além de cidades do exterior, manifestantes contra o machismo, racismo, misoginia, democracia, liberdade.  Em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Amsterdã, Barcelona, Berlim,Coimbra, Londres, Nova Iorque, Paris, Viena e inúmeras outras capitais e municípios a palavra de ordem mais ouvida foi “eleNão” . Em algumas cidades aconteceram manifestações em prol do candidato do PSL.

Em São Paulo, a manifestação foi iniciada às 15 horas, no Largo da Batata, no bairro de Pinheiros, seguiu em caminhada no início da noite pela Avenida Rebouças e terminou na Avenida Paulista. Praticamente todos os movimentos populares estavam representados, dos populares aos estudantes, profissionais aos militantes de causas diversas.

Na capital carioca os atos se iniciaram na Cinelândia e se estendeu até a Praça XV, na região central da cidade. A exemplo do que aconteceu na maioria das manifestações, muitos homens e crianças participaram do protesto.

Na capital federal, destacou-se a luta da população negra e movimento LGBTI+. Durante o percurso, um contêiner cheio de entulho assustou o grupo, ao pegar fogo, mas não houve feridos. A marcha aconteceu num calor intenso, com temperatura média de 33 graus.

De forma democrática, entre diferentes palavras de ordem, bandeiras e gritos de desabafo, as mulheres do coletivo, adaptando o Hino Bella Ciau, enquanto caminhavam, cantavam

“...Vamos à luta, pra derrotar o ódio e pregar o amor...”

Categorizado em: Juventude, Mulher, Política,