NOTÍCIAS

Aulas presenciais na rede municipal retornam nesta 2ª; no estado, será na 4ª

12/04/2021

Com o fim da Fase Emergencial e retorno à Fase Vermelha do Plano SP, as escolas das redes municipal e estadual de ensino em São Paulo retonaram, respectivamente, nesta segunda-feira (12) e quarta-feira (14) às aulas presenciais.

Na rede municipal, as aulas haviam sido interrompidas no dia 17 de março, por causa da pandemia causada pela covid-19. No período a prefeitura antecipou o recesso escolar e feriados na capital paulista. Agora, a rede privada também está autorizada a reiniciar atividades.

Na Fase Vermelha do planejamento estadual da quarentena, as unidades educacionais podem receber, no máximo, 35% dos alunos. Segundo a prefeitura, neste momento o retorno é opcional. A recomendação é que os estudantes que puderem permaneçam no sistema de ensino remoto.

A retomada das aulas presenciais atende com prioridade os estudantes filhos de profissionais de serviços essenciais: saúde, educação, assistência social, transporte público, segurança e serviço funerário. Também está previsto atendimento para os alunos com famílias em situação de vulnerabilidade social.

Segundo a prefeitura, estão sendo distribuídas cestas básicas para as famílias em maior vulnerabilidade e extrema pobreza. O executivo municipal informou que serão fornecidas 500 mil cestas com arroz, feijão, açúcar mascavo, leite, suco de frutas, além de frutas e legumes.

 

Rede estadual

Com a saída do estado de São Paulo da Fase Emergencial (a mais restritiva) e retorno à Fase 1- Vermelha do Plano São Paulo, a volta às aulas presenciais na rede estadual também está permitida, só que a partir desta quarta-feira (14).

O retorno também será gradual e depende da concordância dos prefeitos. 

Como no município, as escolas do estado também só poderão receber até 35% dos alunos matriculados. Esse limite é estabelecido também às escolas privadas.

As aulas presenciais estavam suspensas em todo o estado desde o dia 15 de março, quando SP entrou na Fase Emergencial.

Somente serviços considerados essenciais, como a educação básica, voltam a funcionar nesta Fase Vermelha. A recomendação do governo é para que as escolas aproveitem a segunda-feira e terça-feira para organizarem o calendário escolar e comunicar e orientar as famílias sobre o retorno das atividades.

A prioridade de atendimento é para os alunos mais vulneráveis, ou seja, os que têm necessidade de se alimentar na escola; os que possuem dificuldades de acesso à tecnologia e aqueles com a saúde mental em risco, ou severa defasagem de aprendizagem.

A frequência presencial não vai ser obrigatória nessa fase e o ensino remoto será mantido, com aulas transmitidas, diariamente, pelo Centro de Mídias.

 

Vacinação

Segundo a prefeitura da capital paulista, no sábado (10) foram vacinados 50,4 mil profissionais da área da educação contra o coronavírus. A imunização atende aos profissionais da área com mais de 47 anos. No público geral, estão sendo vacinadas as pessoas com 67 anos. A estimativa é que 96,7 mil idosos dessa faixa sejam vacinados a partir de hoje.

 

*Com informações da Agência Brasil; Foto: Roberto Parizotti/FP

Categorizado em: Geral,