NOTÍCIAS

Siemaco participa de Audiência Publica da CPMI Contra a violência à Mulher

11/07/2012



Siemaco participa de Audiência Publica da CPMI Contra a violência à Mulher O atendimento às mulheres vítimas de violência é precário em todo País.

Essa é a conclusão da comissão parlamentar de inquérito (CPMI) que investiga a violência contra mulheres e que esteve na sexta-feira, dia 29, em São Paulo para promover audiência pública sobre o tema, da qual a Secretaria da Mulher Siemaco também esteve presente.

Esse panorama foi traçado após a CPMI ter feito vár ias diligências pelos Estados de Pernambuco, Santa Catarina, Minas Gerais , Alagoas, Rio Grande do Sul, Paraná, Espírito Santo e São Paulo analisan do os equipamentos oferecidos pelos poderes públicos e que são voltado s ao atendimento das mulheres vítimas de violência.

A CPMI funciona desde fevereiro deste ano e foi cri ada para investigar a situação da violência contra a mulher no Brasil e a purar denúncias de omissão do Poder Público.

A intenção da comissão é visitar os dez Estados mais violentos do país para mulheres, além dos quatro ma is populosos.

De acordo com o Mapa da Violência 2012, divulgado p elo Instituto Sangari e pelo Ministério da Justiça, São Paulo é o 26º Estad o do País em assassinatos de mulheres.

O Estado mais violento para mulheres é o Espírito Santo, seguido por Alagoas e Paraná.

Entre todas as capitais brasi leiras, São Paulo ocupa a 20ª posição no ranking de homicídios femininos, com 4,8 mortes por grupo de 100 mil habitantes.

Dados da Secretaria de Segurança Pública de São Pau lo informam que, em maio, cinco mulheres foram assassinadas em todo o E stado.

Em quatro destes casos, foi caracterizado homicídio doloso (intencio nal).

Entre janeiro e maio deste ano, 42 mulheres foram assassinadas no Estado .

(Fonte: UGT)

Categorizado em: Mulher,