SIEMACO-SP participa do lançamento da Campanha Nacional da CONASCON pela Ratificação da Convenção 190 da OIT

 SIEMACO-SP participa do lançamento da Campanha Nacional da CONASCON pela Ratificação da Convenção 190 da OIT

O SIEMACO São Paulo, juntamente à Confederação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Asseio e Conservação, Limpeza Urbana e Áreas Verdes (CONASCON), participou nesta terça-feira (22) do lançamento oficial da Campanha pela Ratificação da Convenção 190 da Organização do Trabalho (OIT), que trata do assédio e violência no ambiente de trabalho. Com o lema #ratifica190já, o objetivo da Campanha é disponibilizar todas as informações necessárias para que sindicatos e dirigentes sindicais possam orientar trabalhadoras e trabalhadores das categorias que representam sobre a importância do tema e o impacto positivo que a aprovação pode ter na vida das pessoas.

A ratificação da convenção 190 pode salvar vidas, destacou Ana Cristina dos Santos Duarte, Secretária de Assuntos para a Mulher e Diversidade Humana da CONASCON. Para a Secretária Geral do SIEMACO-SP, Marcia Adão, é muito importante e significativo conseguir a ratificação, pois é uma forma de diminuir o assédio e a violência, por intermédio da prevenção, da proteção e sensibilização, como prevê a recomendação 206.

A Campanha foi lançada durante o evento Ratificação da Convenção 190 da OIT e seus Impactos sobre a Mulher do Asseio e Conservação e Limpeza Urbana, encontro de Mulheres Dirigentes Sindicais, que aconteceu em Brasília/DF, com a participação de entidades filiadas à CONASCON, entre elas o SIEMACO-SP, representado pela Secretária Geral, Marcia Adão. Também participaram das atividades Franciele dos Anjos Vendrame, do SINDLIMP-Florianópolis/SC; Maria Donizete Fernandes, do SIEMACO-Ponta Grossa; Raquel Honório da Silva, do SINDI-ASSEIO-Região Metropolitana de Belo Horizonte; Ângela Silva de Santana e Edilane dos Santos Pinto, do SINDIPREST-Jaboatão dos Guararapes/PE; Sonia Maria Silva de Souza, do STEAC-Mato Grosso do Sul e Maria Elisabete Machado da Silva, do SINDIASSEIO-Novo Hamburgo/RS.

“A Convenção 190 fala de todas as formas de prevenção e proteção, de maneira bastante detalhada. É uma negociação tripartite, que envolve governo, empregado e empregador. Para mim é uma honra participar dessa campanha e ressalto que aqui no Brasil estamos muito atrasados na validação. Argentina e Uruguai, por exemplo, já validaram. A gente vê o quanto estamos atrasados e a gente sabe o porquê, porque temos um governo difícil de dialogar, que não respeita as mulheres e que é arredio ao movimento sindical; tem uma enorme dificuldade de se sensibilizar com as causas das trabalhadoras e dos trabalhadores. Falta sensibilidade, respeito e empatia pelo outro; falta empatia pela mulher, pela família e pela sociedade”, disse a Secretária Geral do SIEMACO-SP, Marcia Adão.

Apoio das entidades Sindicais

Por se tratar de um tema de extrema relevância para a sociedade como um todo, será necessário o apoio de todas as entidades do grupo de Asseio e Conservação para fazer chegar as informações aos trabalhadores, afirmou Moacyr Pereira, presidente da Conascon. Ainda de acordo com Moacyr, é preciso buscar os deputados federais em seus estados e fazer pressão pela aprovação da norma no Brasil. “Nos estados onde existe a representação sindical a interlocução será fundamental”, disse.

Importância das escolhas nas urnas

O viés eleitoral também foi destaque no encontro. Ricardo Patah, presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT) falou sobre a importância do apoio dos trabalhadores a candidatos que tenham compromisso com a classe trabalhadora. Cássia Bufelli, vice-presidente da UGT também falou da importância de um Congresso Nacional mais justo e com olhar para justiça social, que mulheres precisam ocupar os espaços e possam lutar juntas pelo fim da violência e pela igualdade de gênero, é hora de mudar, trocar experiência e agir, finalizou.

Uma luta mundial

Também participaram do evento Marvin Largaespada e Andrea García, Diretor do setor de Serviços e Coordenadora de Igualdade de Oportunidades da Américas.  Ambos desenvolvem o importante trabalho de conectar ações em todo continente americano, juntando experiências e disseminando boas práticas sindicais.

* Pelos jornalistas Alexandre de Paulo (MTB 53.112/SP) e Fábio Busian (MTB 81.800/SP)

** Com informações da CONASCON; Fotos: Andre Oliveira/Divulgação

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.