Warning: preg_match(): Allocation of JIT memory failed, PCRE JIT will be disabled. This is likely caused by security restrictions. Either grant PHP permission to allocate executable memory, or set pcre.jit=0 in /home/siemacocom/public_html/wp-includes/load.php on line 43 Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/siemacocom/public_html/wp-includes/load.php:43) in /home/siemacocom/public_html/wp-content/themes/digiqole/functions.php on line 394 Warning: session_start(): Session cannot be started after headers have already been sent in /home/siemacocom/public_html/wp-content/plugins/unyson/framework/includes/hooks.php on line 259 São Paulo conquista a 1ª. Delegacia de Defesa da Mulher com atendimento ininterrupto 31 anos após a inauguração da primeira DDM – SIEMACO São Paulo

São Paulo conquista a 1ª. Delegacia de Defesa da Mulher com atendimento ininterrupto 31 anos após a inauguração da primeira DDM

 São Paulo conquista a 1ª. Delegacia de Defesa da Mulher com atendimento ininterrupto 31 anos após a inauguração da primeira DDM

Um capítulo histórico na luta das mulheres foi escrito na noite dessa segunda (22), quando a primeira delegacia da mulher (DDM) começou a funcionar 24 horas por dia, também aos finais de semana. Uma reivindicação antiga dos movimentos em defesa da mulher, a novidade foi oficializada pelo governador do Estado, Geraldo Alckmin, que estava acompanhado pelo Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes.

A secretária-geral do Siemaco, Márcia Adão, que também responde pela Secretaria da Mulher, acompanhou o descerramento da nova placa, fixada ao lado da original, datada de em seis em agosto de 1985. Lado a lado, a primeira delegada da mulher brasileira, Rosmary Corrêa, comemorou junto da delegada titular atual, Giovanna Valenti Clemente e da Coordenadora Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres no Estado de São Paulo, Albertina Duarte Takiuti.

Falando á reportagem do Siemaco, o governador afirmou que a delegacia da mulher 24 horas é um marco. “Há  31 anos São Paulo criou a primeira DDM do mundo, exemplo para a comunidade internacional. Ele afirmou que o serviço prestado será de excelência, garantindo assistência integral à vitima e também atuando e no combate à violência e punição dos agressões. “Faremos prevenção, integração e punição”.

Ex-secretário da Segurança Pública de São Paulo, o ministro Alexandre pontuou que a 1ª delegacia da mulher brasileira foi criada na gestão do atual presidente em exercício. “Há três décadas Michel Temer era o Secretário da Segurança. Ele prometeu replicar ações a nível Federal: estamos criando um Núcleo Nacional voltado para a Violência contra a Mulher e pretendemos investir em Centrais de Flagrante”, adiantou

Equipe de delegadas especializadas

Lado a lado, a primeira delegada da mulher, Rosmary Corrêae a titular da 1ª DMM, Giovanna Valenti Clementi representavam o passado e o presente de luta.“Estou orgulhosa e emocionada”, confessou Rosmary, salientando que a primeira delegacia 24 horas coroa uma história de trabalho em prol da proteção da mulher. Giovana destacou que dentre os 31 profissionais locados na 1ª DMM, atendem atualmente cerca de vinte são mulheres e que a expectativa é aumentar esse número.

“Somos todas vocacionadas para a assistência à mulher.”, garantiu a delegada. Durante o treinamento na Academia de Polícia, todas assistiram aulas específicas para atender ás vítimas da violência doméstica. No conteúdo, atendimento público e Direitos Humanos.

A violência é uma algema, afirma Albertina Duarte

“No ano da Maria da Penha celebramos essa conquista, que é uma vitória de todas as mulheres”, afirmou a médica Albertina Duarte. “As coisas ruins acontecem à noite, mas é no dia seguinte que as dores se perpetuam. O útero da mulher vitimada pela violência doméstica sangra. Toda a sua fisiologia é alterada, inclusive provocando sequelas ao longo da vida, como abortos, dores, submissão”, disse, também falando com exclusividade à reportagem do Siemaco.

”Este será o Pronto Socorro dos Amores não correspondidos”, destacou, pontuando que quatro mil mulheres são mortas anualmente, vítimas de violência doméstica, e a cada onze segundos uma mulher é estupradas são estupradas no Brasil, Albertina acredita num trabalho conjunto que una todos os instrumentos em defesa da mulher. “Estou muito feliz pela conquista de hoje.”

Siemaco está na linha de frente na conscientização da mulher trabalhadora

Representando 110 mil trabalhadores da limpeza na capital paulista, setenta por cento mulheres, o Siemaco conta com uma Secretaria da Mulher voltada integralmente à causa da mulher trabalhadora. A equipe sindical feminina testemunhou o marco da inauguração da 1ª. DDM. Além de Márcia Adão, estiveram presentes as diretoras Maria Silva, Silvana Souza e as colegas da UGT, Cleonice Caetano e equipe.

Ciente do papel da mulher no mercado de trabalho e como provedora das famílias, Márcia ressalta que o empoderamento da mulher depende de um trabalho de conscientização diário. “A violência está afetando inclusive as nossa meninas, que cedo começam a ser agredidas pelos namorados. O sindicato também trabalha deter esse ciclo, apoiando, instruindo, capacitando e promovendo as mulheres da categoria”, esclareceu.

Números da assistência á mulher

O Brasil conta com 368 DDMs e mais de 35% delas estão localizadas no Estado de São Paulo. Apenas a capital paulista tem 132 delegacias especializadas no atendimento às mulheres e a experiência da 1ª DMM servirá de base para a criação de novas delegacias 24 horas, adiantou o governador.

Quatro equipes (delegado, investigadores e escrivão) garantirão assitência noturna. Além do expediente normal, os plantões acontecerão das 20 às 8 horas. Nos finais de semana serão dois turnos (entre 8 às 20 horas e 20 às 8 horas. “É importante ressaltar que todas as delegacias podem registrar os crimes de violência contra a mulher. Não há necessidade de ir só na DDM”, explicou Alckmin.

Presente na cerimônia, o Secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Mágino Alves Barbosa Filho, informou que há três meses, (maio 2016), a SSP passou a integrar o Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica (Gevid), em parceria com o Ministério Público. O grupo visa discutir medidas de segurança para aprimorar o combate a esse tipo de crime, como a melhoria da capacitação dos policiais civis e militares em formação. 

Serviço:

Delegacia da Mulher 24 horas

Rua Bittencourt Rodrigues, 200, Sé.

Telefones: 3241 3328 (plantão) / 32412263 (chefia) 

Warning: session_start(): Session cannot be started after headers have already been sent in /home/siemacocom/public_html/wp-content/plugins/unyson/framework/helpers/class-fw-session.php on line 13 Warning: Undefined variable $_SESSION in /home/siemacocom/public_html/wp-content/plugins/unyson/framework/helpers/class-fw-session.php on line 24 Warning: session_start(): Session cannot be started after headers have already been sent in /home/siemacocom/public_html/wp-content/plugins/unyson/framework/helpers/class-fw-session.php on line 13 Warning: Undefined variable $_SESSION in /home/siemacocom/public_html/wp-content/plugins/unyson/framework/helpers/class-fw-session.php on line 24 Warning: session_start(): Session cannot be started after headers have already been sent in /home/siemacocom/public_html/wp-content/plugins/unyson/framework/helpers/class-fw-session.php on line 13